Skip to content
Published janeiro 14, 2018

Neste ano foi descoberto mais uma falcatrua que pegava dinheiro do consumidor de maneira inadequada, se não bastasse os escândalos da lava jato e da corrupção política aqui no Brasil, agora foi descoberto que todos nós pagamos valores indevidos na nossa conta de energia elétrica.

guia icms na conta de energia

 

A notícia veio à tona e imediatamente vários brasileiros começaram a correr atrás de seus direitos e muita gente já está conseguindo a restituição do ICMS na conta de luz.

 

Normalmente o processo de restituição efeito através de abertura de um processo jurídico, coordenado por um advogado ou por um despachante, porém se você mesmo deseja entrar com o processo e economizar em torno de 30% que seriam repassados para o advogado ou para o despachante, existe um guia Online chamado:  guia da restituição do ICMS na conta de energia,  confira neste artigo os detalhes ( http://direitonosso.com/guia-restituicao-icms-na-conta-de-energia-eletrica/).

 

O seu autor é o especialista em tributação Henrique Peratto, conheça sua história aqui:( http://direitonosso.com/guia-restituicao-icms-na-conta-de-energia-eletrica/henrique-peratto/)

 

Seu trabalho vem sendo elogiado por quase todos os clientes que seguem as informações do guia, pois através do guia da restituição, é possível que você simplifique e consiga fugir da burocracia e faça a abertura do processo de maneira rápida e objetiva.

 

Segundo relato de alguns alunos, O Guia do ICMS, também agiliza o processo de restituição, onde algumas pessoas conseguiram recuperar o dinheiro em menos de um mês.

 

O imposto que é cobrado indevidamente, chama-se ICMS, que é o imposto sobre circulação de mercadoria e serviços.

Veja abaixo um vídeo explicativo sobre o assunto:

 

O especialista afirma que é ICMS só deve e pode ser cobrado em cima do serviço de geração de energia, porém as companhias de energia elétrica cobram de seus consumidores valores em cima de suas despesas com equipamentos para geração de energia.

 

Recomendo fortemente que você como consumidor corra atrás dos seus direitos, sendo através do guia do Henrique ou buscando uma assessoria jurídica, você pode recuperar o dinheiro pago indevidamente durante os últimos cinco anos, com juros e correção monetária.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *